Biossegurança


Plano de Biossegurança – SOMAI NORDESTE S.A.

O que é Biossegurança ?

É o conjunto de medidas destinadas à proteção da saúde humana, animal e do meio ambiente com respeito a todo tipo de riscos de doenças e contaminações que podem ocorrer.

E Biossegurança operacional ?

A biossegurança operacional é o conjunto de práticas de manejo que, quando são seguidas corretamente, reduzem o potencial para a entrada e transmissão de microorganismos causadores de doença e seus transmissores nas granjas e em seu interior durante as operações de manejo.

 

Biossegurança na EMPRESA

Todos os profissionais que estão envolvidos na indústria avícola devem ter consciência de que a biossegurança é um conceito que deve ser conhecido em profundidade por todos e cada uma das pessoas que participam da empresa.

A biossegurança é a prática mais barata e efetiva para o controle das enfermidades. Nenhum programa de prevenção de enfermidades pode funcionar sem sua aplicação.

Para que se alcance o resultado positivo, desejado e esperado, é indispensável que, sem exceção, cada uma das pessoas que, direta e indiretamente, estejam envolvidas com a criação de aves e seus produtos, tenham, no mínimo, conhecimentos básicos do que seja a biossegurança e sua importância.

 

Como evitar entrada de doença ?

 

A entrada de doença ou presença de um patógeno (agentes causadores de doença) se dá de acordo com as inter-relações entre o ambiente, o hospedeiro e do próprio patógeno que deve ser evitado como uma forma de garantir a saúde humana e animal dentro do processo produtivo. Portanto, um ambiente controlado, limpo e com baixo desafio ambiental, saudável, é o que se espera num empreendimento de exploração animal.

 

A SOMAI

 

Preocupada com a saúde e bem estar das aves, clientes, funcionários e fornecedores, coloca em prática o plano de biossegurança, que visa garantir o bom funcionamento e assegurar um ambiente saudável dentro da empresa com a certeza de oferecer um produto de qualidade.

Num plano de biossegurança vários pontos devem ser observados e respeitados, desvios nos procedimentos preestabelecidos podem colocar em risco a eficácia e segurança do plano.

PONTOS DE BIOSSEGURANÇA NA SOMAI

Isolamento

A região onde está situada a Somai Nordeste não apresenta grande potencial de risco de problemas sanitários por não existirem outros estabelecimentos de avicultura na região e por não ser rota migratória de número significativo de aves. Isso faz com que o desafio de campo e a diversidade de patógenos (agentes causadores de doença) sejam baixos.

 

Entrada de visitantes

 

Todos os visitantes das áreas com presença de aves preenchem formulário próprio, usam avental e bota plástica e são acompanhados por representantes da Somai.

Pessoas que tiveram contato com aves nos 3 últimos dias são proibidos de visitar as áreas com presença de aves, com objetivo de impedir a contaminação do ambiente.

Os carreteiros que buscam esterco não devem descer de seus veículos a não ser que observem as condições acima. Exceção aos que vão a galpões vazios.

Estagiários e prestadores de serviços longos devem utilizar uniformes da empresa.

Entrada de veículos

 

Os veículos não pertencentes à empresa são proibidos de ultrapassar os limites das áreas limpas – rodolúvio (granjinha) e fábrica (produção). Em caso de extrema necessidade, um funcionário responsável autoriza a entrada.

Entrada de aves na granja

 

As aves que entram na granja têm procedência garantida e passam por exames de MG, MS e SP, além de bacteriológico para as Salmonelas de interesse em saúde pública.

Qualidade da água

 

A água de bebida das aves passa por exames bacteriológicos e físico-químicos periodicamente.

Entrada de equipamentos e insumos


Veículos que trazem equipamentos e insumos de fora da granja são desinfetados e no caso do descarregamento ocorrer nas granjas o motorista não deve descer do veículo.

Trânsito interno de veículos

 

Os veículos próprios da empresa passam pelo rodolúvio sempre que retornam à empresa.

 

Limpeza e desinfecção

Os galpões de alojamento são lavados e desinfetados a cada saída de lote.

Os desinfetantes são testados periodicamente.


Vazio sanitário

 

Os galpões de alojamento permanecem vazios pelo prazo mínimo de uma semana.

 

ALL IN – ALL OUT (Todos dentro todos fora)

Todas as aves alojadas em um núcleo são alojadas e retiradas num curto espaço de tempo, impedindo que haja grande discrepância de idades das aves em um mesmo núcleo.

Isolamento de fases

As fases de vida da ave são separadas fisicamente. Impedindo a transmissão de patógenos (agentes causadores de doença) entre as diferentes fases.

Qualidade de matéria prima

As matérias primas das rações são analisadas tanto fisico-quimica como análise microbiológica.
Os fornecedores de matérias primas são visitados pela equipe técnica da empresa periodicamente a fim de se avaliar a qualidade do produto.

Controle de pragas

O programa de controle integrado de pragas contempla tanto roedores como insetos e é certificado pela empresa responsável.

Controle de outros animais

Outros animais não estão presentes dentro dos setores com presença de aves pois podem causar problemas sanitários.

Manejo de desejos e carcaças


Os dejetos e carcaças são trabalhados de forma sanitária e ecologicamente corretas.

Manutenção de vacinas

 

As vacinas utilizadas pela empresa são conservadas em geladeira específica para este fim, estas contêm termômetros e as temperaturas são anotadas constantemente.

As vacinas são periodicamente tituladas afim de se conhecer a dose presente no frasco, determinando uma vacinação eficiente e protetora.

Monitoria sorológica

 

A monitoria sorológica é realizada conforme recomendação dos especialistas em laboratório especializado em doenças avícolas.

 

Treinamentos

 

Treinamentos em biossegurança são realizados periodicamente com todos os funcionários.